Fale conosco via WhatsApp

Sábado, 23 de janeiro de 2021
informe o texto
Menu

Easy Cuiabá 99,1 fm No Ar: Happy Day

NotíciasOpinião

Como é a eleição nos EUA

Como é a eleição nos EUA

24/10/2016 - 09:21

     O voto é facultativo na eleição nos EUA, a abstenção varia de uma eleição para outra e se o momento eleitoral não empolga, aumenta-se a abstenção. A média fica em 40%.

     O eleitor vota no candidato de um partido, mas o importante é o Colégio Eleitoral que é composto de 540 delegados. Para ser eleito, o candidato deve ter no mínimo 271 votos de delegados. O que é e como funciona isso?

     Um candidato pode ter mais votos diretos que outro e perder a eleição. Já ocorreu quatro vezes na história do país. A última vez foi na eleição de 2000 em que Al Gore do partido Democrata teve mais de 500 mil votos que George Bush do partido Republicano. Ocorreu que Bush teve mais votos no Colégio Eleitoral, 271 por 266 de Al Gore.

     Os delegados são distribuídos pelo número de eleitor de cada estado. A Califórnia, com 36 milhões de habitantes, tem 55 delegados ou 10% do total. Delaware, com 850 mil habitantes, tem três delegados, Nebraska tem cinco. O Texas tem 38 delegados, Nova York 31 e a Flórida 29. É importante ganhar nos estados que tenham muitos delegados para chegar aos 271 ou mais.

     Como que o candidato fica com os delegados? Se o candidato for o mais votado num estado, ele leva todos os delegados. Se ganhar, mesmo que seja por apenas um voto de diferença, fica com todos os delegados daquele estado.

     Tem estado, como Califórnia e Nova York, que historicamente votam nos Democratas. Outros, como o Texas, nos Republicanos. Nesta eleição, com os tropeços do Donald Trump, andam falando que os Democratas podem até ganhar no Texas.

     Outros estados importantes são os chamados swings states ou estado que numa eleição pode dar maioria a um partido e em outra a outro. Flórida é um desses estados. Os candidatos gastam tempo, saliva e dinheiro em estados como esses que podem decidir uma eleição. Foi o caso da vitória do Bush sobre Al Gore por pouca diferença na Flórida.

     Também na eleição presidencial se elege junto um terço do Senado. Nos EUA, com 300 milhões de habitantes, são cem senadores ou dois por cada estado. No Brasil são três. O mandato de senador lá é de seis anos, no Brasil oito. Elege-se ainda nesta eleição uma parte dos governadores.

     Elege-se também toda Câmara dos Deputados. Lá são 435 deputados e o mandato é de dois anos. O número de deputados é pelo tamanho da população do estado. Califórnia, como exemplo, tem 53 deputados, o Wyoming apenas um. No Brasil, com 200 milhões de habitantes, são 513 deputados eleitos por quatro anos. S. Paulo tem 70 deputados, o número mínimo é de oito, como o caso de MT.

     A eleição nos EUA é no dia 8 de novembro, a posse em 20 de janeiro. No Brasil é no dia primeiro, talvez por isso poucas autoridades do exterior venham à posse.

Fonte: Alfredo da Mota Menezes e-mail: pox@terra.com.br site: www.alfredomenezes.com

Centro América FM Cuiabá - Rua Marechal Deodoro, 504, Anexo 1, Santa Helena, Cuiabá - MT,
CEP 78005-100. Tel.: 65 3614-1888
Home
Sitevip Internet