Fale conosco via WhatsApp

Quarta, 21 de abril de 2021
informe o texto
Menu

Easy Cuiabá 99,1 fm No Ar: Madrugada Centro América

NotíciasOpinião

Autoritarismo da direita e da esquerda

Autoritarismo da direita e da esquerda

25/02/2021 - 09:18

 Esquerda ou direita no poder no Brasil, quando contrariada, atacam a imprensa e o Judiciário. Impressiona como são semelhantes em seu autoritarismo. Frases e atos dos governos do PT e do Bolsonaro mostram essa similitude.

                O PT no governo fazia os mesmos ataques à imprensa que faz hoje o Bolsonaro. Criaram até o termo PIG ou Partido da Imprensa Golpista. PIG em inglês quer dizer porco. Ou na frase atribuída ao Lula de que a imprensa faz mal à democracia. Membros do partido diziam que a imprensa saía a campo somente para atacar Lula, Dilma e o PT. Que a imprensa é conservadora e contra as forças democráticas e progressistas. Falava-se até em regulamentar os meios de comunicação.

            Os ataques de Bolsonaro à imprensa são constantes. Usa expressões como imprensa canalha ou lixo. Quer que feche todos os grandes jornais do país e também algumas televisões. Disse que a imprensa poderia ser um partido politico e que ia “ficar à esquerda do PT". Que as escolas formam jornalistas incompetentes.

         Para os bolsonaristas a imprensa livre é algo ruim. Alguns dizem que jornalistas deveriam ser apedrejados ou jornalista bom é jornalista morto. Que quem produz fake news é a imprensa. Querem, por outro lado, que a mídia social seja livre para falarem o que quiserem.  

             Para Bolsonaro a imprensa é de esquerda e para o PT é de direita. Impressiona como Lula e seus seguidores são iguaizinhos no trato com a imprensa quanto Bolsonaro e os bolsonaristas. Os dois lados é que são autoritários, não aceitam criticas.

               As associações de jornalistas, antes como agora, usavam e usam os mesmos argumentos, na defesa da profissão, para os ataques da direita e da esquerda no poder. Que pensam que nunca erram, o erro está sempre no outro.

            As falas dos dois grupos políticos sobre o STF se assemelham também. Lembram quando Bolsonaro, naquele cercadinho, gritou “acabou, porra”? Estava se dirigindo ao STF que o atrapalhava nomear alguém para a Polícia Federal. Seu filho disse que um cabo e um soldado dariam para fechar o Supremo Tribunal Federal. Naqueles encontros de domingos em Brasília, incentivados pelo presidente, os ataques ao STF era a tônica. Até atiraram foguetes na direção do prédio daquela corte.

            Jose Dirceu falou que deveriam tirar todos os poderes do Supremo para ser somente Corte Constitucional. Disse ainda que o Brasil caminhava para o autoritarismo se o Judiciário continuasse a assumir os poderes dos Executivo e legislativo. Lula falou que o STF e o STJ estavam acovardados. Um deputado federal do PT, Wadih Damous, disse que o STF teria que ser fechado.

            Há enorme similitude da direita e da esquerda, quando no poder, nos ataques à imprensa e ao Judiciário. Os dois lados são autoritários, não podem ser criticados. Se forem, se sentem ofendidos e falam as tantas besteiras que estamos cansados de ouvir.

Fonte: Alfredo da Mota Menezes e-mail: pox@terra.com.br

Centro América FM Cuiabá - Rua Marechal Deodoro, 504, Anexo 1, Santa Helena, Cuiabá - MT,
CEP 78005-100. Tel.: 65 3614-1888
Home
Sitevip Internet