Fale conosco via WhatsApp

Quarta, 21 de abril de 2021
informe o texto
Menu

Easy Cuiabá 99,1 fm No Ar: Madrugada Centro América

NotíciasOpinião

Revolução em Cuiabá

Revolução em Cuiabá

18/03/2021 - 13:55

  O maior impacto e transformação que Cuiabá sofreu em toda sua história ocorreu na década de 1970. Busco outra vez quatro fatores, já antes citados, que, juntos e ao mesmo tempo, leva àquela crença: explosão populacional, chegada da televisão, da telecomunicação e da UFMT.

            A população local saltou de 100 mil habitantes, em 1970, para 220 mil em 1980. A quase totalidade desse aumento era de pessoas vindas de fora. Com linguagem e costumes diferentes batendo de frente com as coisas daqui. Bairros novos surgiram e esse monte de gente acaba impactando a vida local.

            Outro impacto foi a chegada da televisão. Era tradição local as pessoas, ao anoitecer, se reunirem para conversar nas calçadas em frente suas casas. Com a televisão a coisa mudou e aquele e outros costumes vão desaparecer. A linguagem, costumes e jeitos de outros lugares, através da televisão, adentram as casas e a vida do cuiabano. Televisão e o crescimento populacional provocam mudanças perceptíveis nas tradições, mais forte ainda na elite e classe média.

            Mas a televisão teve impacto ainda maior quando Cuiabá e o estado foram conectados ao Brasil pela telecomunicação. Antes, fazer um simples interurbano, era um parto complicado.

               Na televisão, como exemplo do momento anterior à chegada da telecomunicação, as novelas e filmes não passavam aqui no mesmo dia que em outros lugares do Brasil. Vinham em despachos especiais para serem mostrados no outro dia ou até mais dias. Alguém que viajava para o Rio ou SP e ali assistia capítulos de novelas, quando voltava, todo sabichão, podia contar o que aconteceria neste ou naquele capítulo que ainda viria para cá. 

           A Copa do Munido de 1970 não se assistiu ao vivo, era no outro dia. Tinha gente que até gostava, dizia que bebia duas vezes: ouvindo o jogo do Brasil pelo rádio em um dia e no outro assistindo pela televisão. Mas, com a telecomunicação, não só o futebol, mas o Brasil entrou ao vivo nos lares cuiabanos.

            Outro impacto foi o início da UFMT. Antes só os que tinham algum recurso poderiam mandar seus filhos fazerem uma faculdade em outro lugar. Agora podiam estudar aqui e atingiu um mundo de jovens desta cidade e de outros lugares do estado que vinham para cá. Chegaram também muitos professores e ideias de fora. 

            Imagine o impacto desses quatros fatos na vida local ao mesmo tempo? A linguagem vai sofrer forte influência. A classe média daqui, querendo se entrosar logo com os chegantes, vai se adaptar àquela nova realidade.                

            Nos bairros mais distantes ou na população ribeirinha esse impacto foi menor.  A linguagem, porque nesse segmento era mais pura e forte, se manteve. Não só a linguagem popular, também a música, a comida, danças, por mais forte que fosse a mudança daquela década, permaneceram até hoje. A base cultural real e verdadeira estava no povo, aguentou o tranco e é hoje motivo de orgulho da vida local. 

Fonte: Alfredo da Mota Menezes e-mail: pox@terra.com.br

Centro América FM Cuiabá - Rua Marechal Deodoro, 504, Anexo 1, Santa Helena, Cuiabá - MT,
CEP 78005-100. Tel.: 65 3614-1888
Home
Sitevip Internet