No ar: A Hora do CaféOuvir

Conteúdo Exclusivo

Pense Nisso

O PODER DO AMOR SILENCIOSO

06/05/2017 - 17:52


 O PODER DO AMOR SILENCIOSO

Roberta estava a caminho de Nova York, onde faria uma palestra em um congresso médico.
A caminho do aeroporto, passou pela casa da Sra. Hillary Withers, que morrera há pouco e onde se realizava uma grande venda de utensílios, roupas, calçada.
Roberta entrou e foi verificando o que havia por ali.
Chamou-lhe a atenção, no sótão, a grande quantidade de sacos de embalagem amarelados, de todos os tamanhos, contendo produtos ainda intactos.
Reconheceu um deles. Lembrou-se de quando se tornara representante de uma empresa de perfumaria e cosméticos. Naquele remoto dia de junho, ela havia percorrido toda a avenida, batido a todas as portas e não vendera nada. Desanimada, chegara à última casa. A casa da Sra. Withers.
Foi convidada a entrar, vendeu cremes e perfumes, num total de mais de cem dólares.
Uma enorme compra! Roberta disse que pretendia, com o dinheiro da comissão, comprar uma malha de lã para sua mãe e economizar para pagar o curso de enfermagem.
A Sra. Withers lhe ofereceu chá e, enquanto o preparava, devagar, deixando-o em infusão em um bule especial, foi lhe dizendo que ela poderia conseguir qualquer coisa que tivesse em mente.
Após aquela visita, Roberta recebera prêmios como vendedora distrital e nacional. E realizara o seu sonho de ser enfermeira.
De volta ao presente, ela perguntou à senhora que cuidava das embalagens por que a Sra. Withers comprava produtos se não os usava.
Em tom confidencial, ela segredou: Hillary tinha um carinho especial pelos vendedores. Nunca os dispensava. Comprava seus produtos. Também emprestava um ouvido amigo e compartilhava o seu amor e as suas orações. Acreditava que alguém, com um pouco de estímulo, poderia alcançar metas inimagináveis.
Depois, repassava a outros os produtos. Nem todos, como se vê. Eram tantos, que alguns acabavam esquecidos.
Quando Roberta chegou ao congresso e caminhou até a tribuna, olhou todos aqueles especialistas da área da saúde e sentiu tremerem as pernas.
Recordou-se então, das palavras da Sra. Withers.
E começou dizendo: Costuma-se afirmar que o trabalho de enfermagem significa tornar visível o amor. Nesta manhã, aprendi o extraordinário poder do amor silencioso, manifestado em segredo.
Um tipo de amor que não é para ser exibido, mas que realiza o bem na vida das outras pessoas. Alguns de nossos mais importantes gestos de amor podem passar despercebidos. Contudo, um dia, eles irão florescer, quando seu aroma se desprender.
E contou aos colegas a história emocionante da sua benfeitora.
* * *
Leve em sua bagagem pessoal, para onde quer que você vá, algumas frases especiais, como: Seu trabalho foi excelente.
Suas palavras me ajudaram.
Obrigado por me servir.
Senti sua falta.
Estou muito feliz por você.
Orei por você hoje.
Se existem palavras que você gostaria de ouvir, tenha certeza de que elas também servem para encorajar os outros.

Redação do Pense Nisso, com base no cap. Um bule de chá muito especial,
de Roberta Messner e no cap. Palavras de incentivo, de Susan Maycinik,
do livro Histórias para o coração 2, de Alice Gray, ed. United Press.
Em 24.2.2015.


Centro América FM Cuiabá - Rua Marechal Deodoro, 504, Anexo 1, Santa Helena, Cuiabá - MT, CEP 78005-100. Tel.: 65 3614-1888© 2017 - Centro América FM - Todos os direitos reservados
Sitevip Internet