Fale conosco via WhatsApp

Terça, 28 de setembro de 2021
informe o texto
Menu

Easy Cuiabá 99,1 fm No Ar: Madrugada Centro América

NotíciasOpinião

Um grande trabalho

Um grande trabalho

15/02/2017 - 11:16

     O trabalho feito por italianos em Poxoreu, com dinheiro da Comunidade Europeia, é algo que mereceria uma atenção maior do que tem recebido para se saber o que houve num trabalho voluntário filantrópico produtivo naquela antiga cidade do garimpo.

     Tudo começou lá por 1967 quando um padre italiano, Pedro, assumiu a paroquia local. O garimpo já mostrava esgotamento, ele deve ter percebido que seria um desastre para os mais jovens se não fosse feito algum trabalho para atenuar o que viria. Foi à Itália e lá conseguiu esse apoio que faço um resumo.

     Construíram um Centro Juvenil em Poxoreu que, desde 1970, atende quase 600 jovens por ano. Multiplique isso por mais de 40 anos de atendimentos no esporte, cultura, computação, treinamentos para mecânico, bombeiro hidráulico ou eletricista. Tudo de graça com apoio da Europa.

    O hospital da cidade foi reconstruído e aumentado com dinheiro do exterior e, mais importante, com gerência dos italianos que faz inveja para municípios vizinhos. E, além disso, recebe uma quantia da Itália por ano que ajuda na sua manutenção.

     Uma médica pediatra, Edivige Dassi, construiu uma enorme creche em Poxoreu, outra no distrito de Alto Coité. Construiu também um Centro de Atendimento para Drogados e Alcoólatras que atende gentes de toda região.

     Foi ela que arrumou também o dinheiro da Europa para uma das joias da coroa desses empreendimentos ali que é a Escola Técnica Agrícola que hoje, além disso, formam jovens em computação e enfermagem. Essa escola tem apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia do estado que paga os professores.

     Foram construídos ainda outro Centro Juvenil no distrito de Paraíso do Leste e um Posto de Saúde. No distrito de Jarudore uma escola para treinar jovens a trabalhar madeira e moveis.

     Todas as construções são de fazer inveja àquelas conhecidas do poder público. Voluntários italianos vinham passar férias trabalhando nessas construções. Com trabalho bem feito o dinheiro aplicado rendia muito mais do aquilo que se conhece das coisas feitas pelos diferentes serviços públicos.

     Têm italianas dirigindo os Centros Juvenis de Poxoreu e do Paraiso. A pediatra Edivige dirigia a creche e dirige a centro para recuperação de viciados. Ela doa até seu salário para esse tipo de trabalho. Conversei longamente com ela nesse fim de semana. Tem 84 anos, lúcida e dirigindo seu carro pela cidade. Depois de 37 anos de trabalho deve voltar à Itália talvez esse ano.

     A cidade inteira reverencia o trabalho desse pessoal. Como exemplo, deverá estar pronto no próximo ano um Memorial para o padre que começou tudo aquilo. Vão levar o corpo para ser enterrado lá e funcionaria também um pequeno museu e centro de memória do que foi feito na cidade. Aquele trabalho deu tanto certo que hoje já foi levado para cidade do Peru e da Bolívia.

     O que se fez em Poxoreu a mídia deveria mostrar para o estado e o Brasil para se ver os resultados de um trabalho produtivo de filantropia internacional.

Fonte: Alfredo da Mota Menezes e-mail: pox@terra.com.br site: www.alfredomenezes.com

Centro América FM Cuiabá - Rua Marechal Deodoro, 504, Anexo 1, Santa Helena, Cuiabá - MT,
CEP 78005-100. Tel.: 65 3614-1888
Home
Sitevip Internet