Fale conosco via WhatsApp

Quinta, 23 de setembro de 2021
informe o texto
Menu

Hits Rondonópolis 101 fm No Ar: No Seu Ritmo

Notícias

DJ Ivis conta história do hit 'Esquema Preferido' e explica seu plano de ser o 1º 'super DJ' de forró

DJ Ivis conta história do hit 'Esquema Preferido' e explica seu plano de ser o 1º 'super DJ' de forró

Foto: Reprodução/Instagram/DJIvis

DJ Ivis conta história do hit 'Esquema Preferido' e explica seu plano de ser o 1º 'super DJ' de forró

16/03/2021 - 09:02

Quinze anos de cálculo, duas palavras no título e um som especial de gota d'água. Pode parecer loucura, mas foi assim que o DJ Ivis emplacou a música "Esquema Preferido" no topo das paradas de streaming e nos paredões Brasil afora.

Com Tarcísio do Acordeon, nome forte do forró de vaquejada, o hit já tem mais de 34 milhões de visualizações só no canal do DJ.

Agora, Iverson de Souza Araújo aproveita o sucesso da pisadinha, vertente mais eletrônica do forró, para se lançar em carreira solo. Sua ideia é ser o primeiro "super DJ" do forró, assim como Dennis DJ e Pedro Sampaio no funk.

"Encontro Preferido" surgiu de um encontro de Ivis com dois outros compositores, Sammy Coelho e Valter Danadão - o último também é autor de "Meia noite (você tem meu WhatsApp)", gravada por Tarcísio.

"Estávamos fazendo outras músicas e do nada um dos meus dois parceiros puxou e cantou algo que não era especificamente a música, mas tinha essa frase. Na hora, eu falei: 'Tá tudo errado aí, eu só gostei do 'esquema preferido'", diz DJ Ivis.

Eles largaram o que estavam fazendo e começaram tudo de novo até chegar na canção que fala de uma mulher que vive atrás "roda a cidade inteira" para ficar com um cara que não está a fim de nada sério.

"A gente fez um cálculo grande para ter um papo bom, uma música pequena com a melodia chiclete e um gancho forte que é o 'hoje vai ter festa no colchão...'. Isso a galera grita porque é muito arrepiante", explica Ivis que ainda não teve a chance de ouvir o público cantar essa música em um show.

Outro fator que popularizou a música foi a gravação dos Barões da Pisadinha, amigos e parceiros que gravam músicas do Ivis há muito tempo.

O clipe Felipe e Rodrigo Barão está há seis semanas nas paradas de vídeos mais vistos no YouTube. Na última semana, ocupava a 2ª posição. Já o clipe do DJ com Tarcísio do Acordeon aparece em 4ª lugar. Somados, os vídeos fazem com que a música seja mais ouvida no país com folga.

Melodia com gota d'água

Outro fator que torna a música envolvente é a melodia. Inicialmente, o DJ pensou em uma sonoridade que parecia um assobio, mas depois encontrou um som específico entre mais de 5 mil trechos.

"A melodia vende demais, o timbre não é chato, é agradável. É como se fosse uma gota d'agua batendo", diz.

Ivis mandou a versão demo gravada em agosto de 2020 para o podcast G1 Ouviu. Nela, dá para perceber a diferença na melodia nas introduções e o som do coro do público que o DJ espera em seus shows. 

Ele também explica a mudança de dinâmica que faz no final da música, lançada em dezembro, quando canta o refrão. É mais grave do que as outras repetições e virou marca registrada.

"Como o refrão é cantado quatro vezes no final, então tentei vir com uma coisa mais branda. Tanto que rolou muito meme no Tik Tok fazendo careta, trincando os dentes .Mas a explicação total é essa: queria dar outra cara para interpretação para dar esse nuance para tirar desse lado mais repetitivo."

"Quando vou gravar alguma música, fico tentando enxergar o que posso fazer de diferente em relação à interpretação, é muito calculado. Algumas pessoas podem pensar que foi uma sorte, mas é intencional."

De onde vem tanto cálculo?

Cálculo é uma palavra que o DJ paraibano de 29 anos usou muito ao longo da entrevista e, pelo visto, funciona como um guia que ele usa na vida toda.

Iverson nasceu em Santa Rita, cidade próxima à capital João Pessoa, e começou a estudar teoria musical aos 15 anos, mas logo largou. Ele também não chegou a terminar os estudos na escola e parou na sétima série.

A história na música começou a acontecer quando ele se mudou para Fortaleza para tocar em bandas locais em 2012.

Lá, foi convidado quatro vezes para tocar no Aviões do Forró, duas como tecladista, uma como técnico de estúdio e, por último, produtor. Só aceitou na última e não se arrepende disso.

"Sabia que Deus tinha algo grande para mim e não era ser apenas um músico, porque se eu fosse um tecladista do Aviões, eles poderiam me tirar e colocar outro. Essa era a minha cabeça", diz.

Desde de que a banda terminou em 2018, Ivis segue produzindo o Xand Avião e os artistas da produtora do Comandante, a Vybbe. É comum o cantor aparecer como feat em muitas composições recentes do DJ que se tornaram hits.

São elas: "Cidade Inteira", gravada pelo Eric Land, e "Basta Você Me Ligar", do Barões da Pisadinha.

Segundo a Audiency.io, empresa de monitoramento de audiência em rádios e streaming, das 100 músicas mais tocadas de forró no Brasil nas duas primeiras semanas de março, 16 são composições de Ivis.

Os sucessos incluem, além das faixas já citadas aqui, hits dos Barões da Pisadinha ("Renatinha", "Liga pro 190"), Zé Vaqueiro ("Cangote", "Volta comigo BB") e Raí Saia Rodada ("Era eu"). Ele é de longe o compositor mais tocado de forró no Brasil hoje.

Ivis também produziu o CD do Zé Vaqueiro, e foi o responsável por encontrar o hit "Letícia".

Antes de lançar o "Baile do DJ Ivis: Piseiro Hits", disco do final de 2020, o DJ já tinha iniciado a carreira como artista em 2016, mas não investiu tanto naquele momento e preferiu deixar quieto.

"Foi na hora que surgiu meu lado autor e produtor no desligamento do Aviões para o Xand. Sempre busquei administrar muito bem essa minha carreira, tento sempre manusear para uma coisa não atropelar a outra."

DJ de forró

Na hora em que terminou "Esquema Preferido", os parceiros de Ivis já queriam mostrar a música para outros artistas, mas ele preferiu esperar.

Via que a música era forte o suficiente para ajudar a impulsionar a sua carreira de DJ de forró, aproveitando a onda da pisadinha neste último ano.

Ele pretende conciliar a carreira com o trabalho como produtor e compositor normalmente. Resta saber se vai sobrar tempo quando os shows voltarem a acontecer.

O movimento de produtores virarem artistas é comum no funk, com os exemplos bem sucedidos de Pedro Sampaio e Dennis DJ, mas a proposta é nova no forró.

"O Nordeste nunca teve um DJ de fato - tem os DJs locais, mas quando você vai fazer a grade de um evento e fala 'Vamos colocar o DJ tal', não tem e você pega alguém de São Paulo ou do Rio."

"Hoje eu tenho oportunidade e opção de montar uma banda normal com músicos, montar uma banda de piseiro, mas não. Vou tentar me arriscar a ser realmente um DJ que toca forró e outras coisas também, mas um DJ que toca forró", explica.

Ele já misturou o forró eletrônico com funk e com música eletrônica no último disco e pretende continuar conversando com outros gêneros.

"Não tenho amor por um único gênero, defendo o forró, claro, mas sempre tento misturar algo com outras coisas. Dando certo ou não, eu quero ser sempre lembrado por alguém que fez ou se deixou ter liberdade de fazer algo diferente", diz.

A música mais recente do DJ Ivis é uma parceria com Naiara Azevedo, "Me Chama Mozão". Ele também deve lançar uma feat com MC Dani de "bregadeira", versão mais acelerada e dançante do brega, com toques do arrocha, do pagodão baiano e do funk que chegou do Rio e de São Paulo.

Outro lançamento ainda deste primeiro semestre é uma parceria com Latino e Dennis DJ.

"Minha meta é fazer música. Claro enquanto eu puder misturar o forró com o que eu vejo que tem condições de ser misturado, sem loucura, porque tem que ficar agradável, eu vou continuar misturando", finaliza.

Fonte: G1 POP & ARTE

Centro América FM Hits, Rua Ariadne Feltrin Campos, 598 - Bloco 2 - Bairro: Vila Aurora. CEP: 78740-235
Telefone: (66) 3439-2323
Home
Sitevip Internet